Laboratório de Zoonoses




LABORATÓRIO DE ZOONOSES (LABZO)


Missão: Realizar os processos e validar a identificação laboratorial de fatores de risco sanitário.

Atribuições:

1- Realizar identificações entomológicas e malacológicas;

2- Realizar a vigilância relacionada à qualidade da água para consumo humano – VIGIÁGUA 

O consumo de água segura é de importância fundamental para a sadia qualidade de vida e de proteção contra doenças, sobretudo aquelas evitáveis, relacionadas a fatores ambientais. A vigilância da qualidade da água para consumo humano é uma atribuição do Setor Saúde e consiste em um conjunto de ações rotineiras e preventivas objetivando garantir que a água consumida pela população atenda ao padrão e normas estabelecidas na legislação vigente, a fim de garantir a redução de enfermidades transmitidas pela água de consumo humano.

Objetivos Específicos na Vigilância da Água:
  • Reduzir a morbi-mortalidade por doenças e agravos de transmissão hídrica, por meio de ações de vigilância sistemática da qualidade da água consumida pela população; 
  • Buscar a melhoria das condições sanitárias das diversas formas de abastecimento de água para consumo humano;
  • Avaliar e gerenciar o risco à saúde das condições sanitárias das diversas formas de abastecimento de água;
  • Monitorar sistematicamente a qualidade da água consumida pela população, nos termos da legislação vigente;
  • Informar a população sobre a qualidade da água e riscos à saúde;
  • Apoiar o desenvolvimento de ações de educação em saúde e mobilização social;
  • Coordenar o Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água (SISAGUA).

A Portaria MS N.º 2.914 de 12 de dezembro de 2011 estabelece que o controle da qualidade da água é de responsabilidade de quem oferece o abastecimento coletivo ou de quem presta serviços alternativos de distribuição. No entanto, cabe às autoridades de saúde pública, das diversas instâncias de governo, a missão de verificar se a água consumida pela população atende às determinações dessa portaria, inclusive no que se refere aos riscos que os sistemas e soluções alternativas de abastecimento de água representam para a saúde pública.

3- Monitorar a Achatina fulica, popularmente conhecida como caramujo africano.

4- Identificar espécimes de importância sanitária.

5 - Mapear áreas de risco em determinado território, mantendo a constante vigilância dos contaminantes, de forma a minimizar os riscos de doenças decorrentes da exposição a eles, quer seja na atmosfera, coleções hídricas ou no solo. A vigilância dos fatores de risco relacionados aos contaminantes ambientais caracteriza-se por uma série de ações, compreendendo a identificação de fontes de contaminação e modificações no meio ambiente que se traduza em risco à saúde.

Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à qualidade do ar - VIGIAR
A vigilância da qualidade do ar tem como principal interesse o mapeamento e o cadastramento das principais áreas de risco de poluição do ar, em particular nas áreas metropolitanas, identificando a existência e a necessidade de sistemas de monitoramento da qualidade do ar. O monitoramento prioriza àquelas substâncias químicas e a agentes físicos de comprovado ou suspeito efeito danoso à qualidade da saúde humana identificando, acompanhando e avaliando as ações.

Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à contaminação do solo - VIGISSOLO
Na área de vigilância da qualidade do solo o objetivo maior é o mapeamento e o cadastramento das áreas de contaminação ambiental da superfície e do subsolo terrestre, que tenham potencial risco à saúde humana, especialmente as áreas de resíduos (passivos) perigosos e tóxicos. Além disto, pretende-se identificar sistemas de monitoramento destas áreas, visando identificar, caracterizar, quantificar, cadastrar e monitorar substâncias, especialmente àquelas de interesse à saúde humana.

Vigilância em Saúde Ambiental relacionada a desastres naturais e acidentes com produtos perigosos - VIGIDESASTRES
Na vigilância e prevenção de desastres naturais são enfatizados os riscos e efeitos à saúde decorrentes de eventos relacionados a inundações, secas, desmoronamentos e incêndios em vegetações.

Acidentes com Produtos Perigosos são eventos ou situações perigosas provocadas por descargas acidentais de substâncias que envolvam riscos para a saúde humana ou para o meio ambiente. As atividades de vigilância e prevenção são articuladas com instituições que atuam com a prevenção, preparação para emergências e respostas aos acidentes químicos, inter-relação com as ações de saneamento em situações de emergência, visando ao controle ou a eliminação dos riscos.


Contato

Tel.:  2613-3246