segunda-feira, 19 de agosto de 2019

CCZ realiza palestra sobre arboviroses e zoonoses para voluntários da Defesa Civil





Neste sábado (17/08) o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) – através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – realizou a palestra “Arboviroses e Zoonoses” no auditório da Defesa Civil de Niterói, região central da cidade.

O objetivo da ação educativa em saúde foi treinar voluntários dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs) para que possam atuar na disseminação de informações nas comunidades, somando esforços na luta para prevenção e controle das arboviroses e zoonoses no município.

Ministrada pelo agente Elcio Luis Menezes do Nascimento, a atividade consistiu em explanação temática, apresentação de slides e vídeos, e distribuição de folders informativos.  Em pauta, conceito, agente etiológico, transmissão, sintomas e prevenção das doenças:  Dengue, Zika, Febre de Chikungunya, Febre Amarela e Febre do Mayaro (arboviroses); Leptospirose, Criptococose, Esporotricose e Raiva (zoonoses).

Segundo o palestrante, a participação do público foi consideravelmente satisfatória. Houve ótima interação, muitas perguntas e colocações sobre todo o conteúdo programático.  Devido ao interesse dos participantes, o horário se estendeu além do previsto.  A atividade foi bem positiva e superou as expectativas.




sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Arboviroses é tema de ação educativa no PMF Cantagalo





Arboviroses foi o tema da atividade de sala de espera realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para os usuários dos serviços de saúde do Médico de Família Eva Ramos, bairro Cantagalo.  O objetivo foi alertar sobre os perigos à saúde causados por essas doenças – em especial, dengue, zika e chikungunya – e a importância da prevenção.

A ação educativa ocorreu no dia 08 de agosto e foi desenvolvida por meio de bate papo interativo, nos moldes de palestra, e distribuição de panfletos.  Os agentes Delcir Vieira e Patrícia de Oliveira – do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC /CCZ) - falaram sobre as doenças e seus sintomas, características do mosquito transmissor (o Aedes aegypti), principais medidas de prevenção, e combate aos possíveis criadouros do vetor.  

“Apresentamos o método da eliminação dos 4As, a importância de destralhar, eliminar os excessos para evitar os criadouros de animais sinantrópicos. Houveram algumas denúncias sobre infestação de roedores em residências do entorno do módulo. Orientamos para que os mesmos procurassem a sala do Supervisor Mauro (CCZ), que fica no próprio módulo, para agendar vistoria de um agente de zoonoses”, relatou Patrícia.




CCZ realiza Sala de Espera sobre Arboviroses na Policlínica do Largo da Batalha



Com o objetivo de alertar sobre os perigos à saúde causados pelas arboviroses dengue, zika,  chikungunya e febre amarela urbana, o Centro de Controle de Zoonoses de Niterói – através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – realizou atividade de sala de espera na Policlínica do Largo da Batalha no dia 06/08.

A ação educativa foi desenvolvida por meio de bate papo interativo e distribuição de panfletos e folders informativos.  Os agentes Delcir Vieira e Patrícia Oliveira falaram sobre mudanças de hábitos no cotidiano para prevenção do mosquito Aedes aegypti, citando as doenças dengue, febre de chikungunya e zika.  Como essas doenças tem em comum o mesmo vetor, o Aedes aegypti, é preciso que a população reforce os cuidados para impedir o desenvolvimento de criadouros desse mosquito.

O público era formado por pessoas que buscam os serviços de saúde da policlínica.  Enquanto aguardavam atendimento, estes usuários participaram com interesse, apresentando dúvidas e questionamentos.

“Aproveitamos o grande número de usuários que aguardavam atendimento e informamos sobre os métodos de prevenção ao Aedes aegypti, responsável por transmitir as arboviroses. O público demonstrou interesse, mas muitos reclamaram de infestação de roedores em suas residências devido à falta de saneamento em suas comunidades. Orientamos sobre a importância da eliminação dos 4 A’s e divulgamos o telefone do CCZ para solicitação do serviço de desratização”, contou Patrícia.




quarta-feira, 14 de agosto de 2019

CCZ realiza ação educativa no Clube da Torre



Mosquitos, ratos, pombos e afins podem trazer diversos problemas para sua saúde do ser humano e dos animais e é necessário saber como se proteger desses vetores.  Uma das medidas mais importantes é manter o quintal de casa sempre limpo e arrumado.  Nessa temática, o setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses de Niterói (CCZ) – realizou ação educativa no Clube da Torre, no Largo da Batalha, em 15 de julho.

O objetivo principal foi alertar o grupo de dança Zumba da Renatinha, composto por mulheres responsáveis pela organização da casa, sobre os possíveis criadouros localizados nos lixos que não são descartados no destino correto, contribuindo para infestação de mosquitos e animais sinantrópicos, como roedores e pombos.

Os agentes Delcir Vieira e Patrícia de Oliveira orientaram as participantes sobre a necessidade de uma boa organização no quintal de suas residências, o descarte de objetos desnecessários e a manutenção da limpeza de bebedouros de animais domésticos. 

“Foi bastante interessante o bate papo. Todos demonstraram interesse no assunto abordado: prevenção das arboviroses – com eliminação dos excessos (4 A’s) –, vistoria e organização  semanal dos quintais, seguindo a dica de destralhar/eliminar tudo que possa se tornar criadouro de animais sinantrópicos. Aproveitamos o espaço cedido pela instrutora de zumba Renata Pereira, que apoiou a iniciativa e nos convidou para apresentar a palestra futuramente no turno da noite”, contou Patrícia.



Educação em Saúde fala sobre métodos de organização de quintais no Médico de Família do Matapaca




Com o objetivo principal de alertar sobre os possíveis criadouros localizados nos lixos que não são descartados no destino correto, contribuindo para infestação de mosquitos e roedores, o setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses de Niterói (CCZ) – realizou palestra sobre métodos de organização de quintais no Médico de Família do Matapaca no dia 10 de julho.

A equipe do IEC, composta pelos agentes Delcir Vieira e Patrícia de Oliveira, orientou os agentes comunitários de saúde sobre a necessidade de uma boa organização no quintal das residências, o descarte de objetos desnecessários e a manutenção da limpeza de bebedouros de animais domésticos. 

Ao final, os palestrantes apresentaram os resultados dos trabalhos educativos realizados com os alunos da UMEI Governador Eduardo Campos (08 e 09/07).


UMEI Eduardo Campos recebe ação educativa sobre higiene pessoal




Com o propósito de sensibilizar os alunos sobre a importância do autocuidado com a saúde voltada para a higiene pessoal, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) – através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – realizou ação educativa sobre higiene pessoal na Unidade Municipal de Educação Infantil Governador Eduardo Campos, bairro Maria Paula, nos dias 08 e 09 de julho.

Os agentes Delcir Vieira e Patrícia de Oliveira desenvolveram, como metodologia, diálogo interativo acompanhado de apresentação de slide-show. Entre os tópicos em pauta, foram abordados: conceito de higiene, higiene pessoal e ambiental, limpeza corporal, lavagem das mãos e saúde, gripe H1N1, e cuidados com a água de consumo e alimentos.

“Fomos muito bem recebidos pela direção e coordenação da escola. O tema foi bastante explorado pelos alunos, os professores aprovaram a iniciativa”, contou Patrícia.





Educação em Saúde aborda o tema Arboviroses na Roda de Conversa do PMF Jurujuba




Na última quinta-feira (08/08) o setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) abordou o tema Arboviroses na atividade Roda de Conversa promovida pelo Médico de Família de Jurujuba aos seus usuários.

O tema central da Roda é a Saúde Mental.  O evento ocorre uma vez ao mês e trata de assuntos relacionados e comportamento do ser humano.  Os participantes conversam e trocam ideias sobre vida, intolerância, falta de empatia, entre outros.

Na oportunidade, a equipe do IEC, representada por Adriana Heizer e Lílian Barcellos, falou sobre arboviroses e a importância da prevenção ao mosquito Aedes aegypti – vetor de transmissão das arboviroses dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana.


“Aproveitamos também para falar das situações que vivenciamos com pessoas no dia a dia de trabalho, os pontos positivos e as dificuldades da abordagem educativa, e os esforços para se despertar interesse e interação do público”, ressaltou Adriana.


quinta-feira, 8 de agosto de 2019

CCZ realiza capacitação técnica em controle de roedores no município de Duas Barras




O Centro de Controle de Zoonoses de Niterói (CCZ) – através do Laboratório de Zoonoses (Labzo) – realizou capacitação técnica em controle de roedores na Policlínica Ambulatorial Dr. Luiz Gonzaga Pagnuzzi Araújo, município de Duas Barras, em 11 de julho.

A atividade se deu em atendimento ao convite das Divisões de Fiscalização Sanitária e de Zoonoses, da Secretaria Municipal de Saúde de Duas Barras, que promoveu o Curso de Capacitação Técnica em Controle de Animais Peçonhentos e de Roedores nos dias 10 e 11/07, destinado aos técnicos que atuam nos órgãos municipais de Vigilância Sanitária e de Vigilância Ambiental.  O objetivo do evento foi capacitar os profissionais que atuam no controle de roedores e de animais peçonhentos, visando à padronização de ações e o melhor atendimento das demandas da população.

O agente de combate às endemias e biólogo Devylson da Costa Campos (CCZ /Labzo) ministrou o treinamento abordando temas como:  identificação das espécies urbanas de roedores, biologia e comportamento destes animais, abordagem do agente ao morador, inspeção residencial, educação ambiental, e técnicas de manejo dos produtos químicos utilizados para o controle de roedores – histórico e tecnologia empregadas nos grupos químicos cumarínicos desde a primeira metade do século XX até os dias de hoje, tipo de rodenticida cumarínico para cada espécie, o efeito no organismo dos ratos e camundongos, segurança por ingestão acidental. Além da aula teórica, o profissional desenvolveu a prática de campo com os alunos pelas ruas, comércio e terrenos baldios do município.

O curso contou com a participação de mais de 40 funcionários da saúde, não apenas de Duas Barras, mas, também, dos municípios de Bom Jardim, Cordeiro, Cantagalo, Macuco, Nova Friburgo, Sumidouro, Santa Maria Madalena, São José do Vale do Rio Preto e Sumidouro/RJ.





segunda-feira, 5 de agosto de 2019

CCZ realiza vacinação antirrábica em pontos estratégicos da cidade




Neste sábado (03/08) o Centro de Controle de Zoonoses de Niterói – através da Seção de Controle de População Animal – realizou vacinação antirrábica animal no Bairro de Fátima, Ingá, Ponta D’Areia, São Lourenço e nos postos fixos do Barreto e Icaraí.  É a primeira etapa do cronograma de imunização que vai ocorrer todos os sábados do mês, das 9 às 12h, em pontos estratégicos da cidade.

Apesar do clima frio e chuvoso, muitas pessoas levaram seus cães e gatos para serem vacinados.  A ação não é campanha, e sim um reforço da imunização utilizando a reserva de vacina disponível após o Ministério da Saúde, responsável pelo repasse das doses, adiar a campanha que ocorre anualmente em todo o país.






Para os próximos sábados, continua valendo as mesmas orientações: podem ser vacinados cães e gatos, machos e fêmeas, a partir de três meses de idade. A vacina é gratuita e não possui contraindicações.  Os donos deverão conduzir seus cães por coleiras e em casos de animais grandes, com focinheiras. Já os gatos devem ser levados em caixas de transporte ou dentro de algum tipo de bolsa, uma vez que esses animais se estressam facilmente e podem fugir. A contenção do animal é de responsabilidade do condutor, cabendo ao vacinador apenas a aplicação da dose e não recomenda que crianças sozinhas conduzam seus bichinhos para vacinar.


Cronograma da vacinação para as próximas semanas:

10/08
  • PMF do Maceió - Rua José Bento Vieira Ferreira s/nº – Largo da Batalha.
  • PMF Grota II - Rua Albino Pereira, 335 – Cachoeira.
  • Praça Dom Orione – Rua General Rondon, 279 - São Francisco.
  • PMF do Cavalão – Alameda Paris, s/nº – São Francisco.
  • Posto Fixo do Horto Florestal do Barreto /Parque Palmir Silva – Rua Dr. Luiz Palmier s/nº  Barreto (ref.:  lado oposto ao nº 957)
  • Posto Fixo do Parque Prefeito Ferraz /Campo de São Bento – Entrada pelo portão 1,  Rua Lopes Trovão, s/nº  Icaraí  (ref.: Torre Mirante)


17/08
  • PMF Cafubá I - Avenida Raul de Oliveira Rodrigues s/nº – Piratininga.
  • PMF Cafubá II - Rua Vereador Luiz Erthal, Lote 05, quadra 69 – Piratininga.
  • PMF Cafubá III - Rua Manoel Pacheco de Carvalho, 107 – Piratininga
  • Policlínica de Piratininga - Rua Marcolino Gomes Candau, 111 – Piratininga
  • Posto Fixo do Horto Florestal do Barreto /Parque Palmir Silva – Rua Dr. Luiz Palmier s/nº  Barreto (ref.:  lado oposto ao nº 957)
  • Posto Fixo do Parque Prefeito Ferraz /Campo de São Bento – Entrada pelo portão 1,  Rua Lopes Trovão, s/nº  Icaraí  (ref.: Torre Mirante)


24/08
  • Policlínica de Itaipu – Estrada do Engenho do Mato s/nº - Itaipu.
  • PMF Engenho do Mato - Estrada Irene Lopes Sodré s/nº – Engenho do Mato.
  • Clínica Comunitária da Família de Várzea das Moças - Estrada Velha de Maricá s/nº – Várzea das Moças.
  • Posto Fixo do Horto Florestal do Barreto /Parque Palmir Silva – Rua Dr. Luiz Palmier s/nº  Barreto (ref.:  lado oposto ao nº 957).
  • Posto Fixo do Parque Prefeito Ferraz /Campo de São Bento – Entrada pelo portão 1,  Rua Lopes Trovão, s/nº  Icaraí  (ref.: Torre Mirante).


31/08
  • PMF Martins Torres - Rua Martins Torres, 281 – Santa Rosa.
  • PMF Souza Soares - Travessa Lions Clube, 37 - Santa Rosa.
  • PMF Preventório II - Avenida Quintino Bocaiuva, s/nº – Charitas.
  • Policlínica Jurujuba - Avenida Carlos Ermelino Marins, s/nº - Jurujuba.
  • Posto Fixo do Horto Florestal do Barreto /Parque Palmir Silva – Rua Dr. Luiz Palmier s/nº  Barreto (ref.:  lado oposto ao nº 957)
  • Posto Fixo do Parque Prefeito Ferraz /Campo de São Bento – Entrada pelo portão 1,  Rua Lopes Trovão, s/nº  Icaraí  (ref.: Torre Mirante)




terça-feira, 30 de julho de 2019

Niterói vai realizar vacinação antirrábica em locais estratégicos





A Prefeitura de Niterói vai realizar, em agosto, a vacinação antirrábica em cães e gatos em pontos estratégicos da cidade. A Fundação Municipal de Saúde (FMS) decidiu realizar o reforço da imunização utilizando a reserva de vacina disponível após o Ministério da Saúde, responsável pelo repasse das doses, adiar a campanha que ocorre anualmente em todo o país.

A vacinação vai ocorrer aos sábados, das 9h às 12h, cada semana em unidades de saúde diferentes. Podem ser vacinados cães e gatos, machos e fêmeas, a partir de três meses de idade. A vacina é gratuita e não possui contraindicações. A ação começa neste sábado, dia 3, nos módulos do Programa Médico de Família do Palácio (Ingá), Boa Vista (São Lourenço) e Ponta da Areia, além do Hospital Municipal Carlos Tortelly (Bairro de Fátima).

A secretária municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos, explica que a Fundação está comprometida com o controle da doença e por isso montou uma estratégia para a vacinação.

“Definimos as regiões mais estratégicas, de acordo com critérios epidemiológicos, para vacinar durante o próximo mês, mesmo sem a campanha”, afirma a secretária, explicando que, em Niterói, desde 2001, não ocorrem casos da doença em animais domésticos.

O chefe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Fábio Villas Boas, explica que os donos deverão conduzir seus cães por coleiras e em casos de animais grandes, com focinheiras. Já os gatos devem ser levados em caixas de transporte ou dentro de algum tipo de bolsa, uma vez que esses animais se estressam facilmente e podem fugir. Ele lembra que a contenção é de responsabilidade do condutor, cabendo ao vacinador apenas a aplicação da dose e não recomenda que crianças sozinhas conduzam animais para vacinar.

Villas Boas destaca que Niterói também dispõe de duas bases fixas de vacinação durante todo o ano.

“São dois postos fixos de vacinação que funcionam, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no campo de São Bento, em Icaraí, e no Horto Florestal do Barreto, na Zona Norte. E nos meses de agosto e setembro irão funcionar também aos sábados, das 9 às 12h”, disse.


Cronograma da vacinação

03/08

PMF Palácio - Rua 11 de Agosto, n° 4 – Ingá.

Hospital Municipal Carlos Tortelly (HMCT) – Rua Desembargador Athayde Parreira, 266 - Bairro de Fátima.

PMF Boa Vista – Rua Indígena, 200 – São Lourenço.

PMF Ponta D’areia – Rua Coronel Miranda, 81.


10/08

PMF do Maceió - Rua José Bento Vieira Ferreira s/nº – Largo da Batalha.

PMF Grota II - Rua Albino Pereira, 335 – Cachoeira.

Praça Dom Orione – Rua General Rondon, 279 - São Francisco.

PMF do Cavalão – Alameda Paris, s/nº – São Francisco.


17/08

PMF Cafubá I - Avenida Raul de Oliveira Rodrigues s/nº – Piratininga.

PMF Cafubá II - Rua Vereador Luiz Erthal, Lote 05, quadra 69 – Piratininga.

PMF Cafubá III - Rua Manoel Pacheco de Carvalho, 107 – Piratininga.

Policlínica de Piratininga - Rua Marcolino Gomes Candau, 111 – Piratininga.


24/08

Policlínica de Itaipu – Estrada do Engenho do Mato s/nº - Itaipu .

PMF Engenho do Mato - Estrada Irene Lopes Sodré s/nº – Engenho do Mato.

Clínica Comunitária da Família de Várzea das Moças - Estrada Velha de Maricá s/nº – Várzea das Moças.


31/08

PMF Martins Torres - Rua Martins Torres, 281 – Santa Rosa.

PMF Souza Soares - Travessa Lions Clube, 37 - Santa Rosa.

PMF Preventório II - Avenida Quintino Bocaiuva, s/nº – Charitas.

Policlínica Jurujuba - Avenida Carlos Ermelino Marins, s/nº - Jurujuba.      



Fonte do texto:  Prefeitura de Niterói /ASCOM
Imagem:  CCZ de Niterói

segunda-feira, 29 de julho de 2019

CCZ apresenta projeto no XXXV CONASEMS - Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde




O Centro de Controle de Zoonoses de Niterói (CCZ) – através do Laboratório de Zoonoses (Labzo) – participou do XXXV CONASEMS - CONGRESSO NACIONAL DE SECRETARIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE em Brasília, no Centro de Convenções Internacional Ulisses Guimarães, no período de 02 a 05 de julho de 2019.

Representando o Labzo, o agente de combate às endemias e biólogo Devylson da Costa Campos apresentou o projeto “Atualização e Qualificação em Entomologia para Servidores do CCZ Niterói”, desenvolvido em 2018 e executado no mesmo ano e no início de 2019, no 1º Encontro Nacional do Projeto AEDES NA MIRA.  O autor foi um dos 300 contemplados, entre 1.500 projetos inscritos em todo o Brasil, para falar nesse congresso nacional. 




Participaram também do evento o diretor do Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses Francisco de Faria Neto e o chefe do Centro de Controle de Zoonoses Fabio Vilas Boas Borges.



O projeto

O projeto “Atualização e Qualificação em Entomologia para Servidores do CCZ Niterói” nasceu da necessidade de se discutir e confeccionar protocolos de rotina para as ações dos servidores em seus respectivos âmbitos de trabalho bem como discutir a qualidade dos serviços prestados, capacitar e atualizar. Teve como foco o aprimoramento da qualificação dos servidores e se propôs a realizar workshop para gestores, treinamento para técnicos de laboratório e equipe de IEC (Informação, Educação e Comunicação em Saúde), e capacitação dos agentes de combate às endemias e agentes de controle de zoonoses do município.

Os workshops com os gestores mostraram a importância de se atualizar e capacitar toda a equipe do CCZ.  Técnicos do LABZO foram capacitados e atualizados em prática de leitura de chave dicotômica e confecção de lâminas para microscopia ótica.  Agentes de campo foram capacitados quanto ao padrão de coletas de larvas, preenchimento de fichas, padrão de fixação de fichas em tubitos e abordagem educativa junto ao morador.  Ao total, a proposta contemplou 292 servidores.




O congresso

O XXXV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde aconteceu entre os dias 2 e 5 de julho, no Ulysses Centro de Convenções, em Brasília. Com o tema "Diálogos no Cotidiano do SUS", o Congresso do Conasems promoveu o encontro de mais de 5 mil congressistas – dentre eles, gestores municipais de saúde, trabalhadores do SUS, e de todas as esferas de governo, representantes de instituições ligadas à saúde pública e autoridades. O encontro foi um momento de troca de experiências e informações que impactam diretamente no fortalecimento do SUS.

Durante o evento, foi promovida a 16ª edição da “Mostra Brasil aqui tem SUS", com apresentação de até 500 experiências exitosas de Secretarias Municipais de Saúde, com o objetivo de mostrar o SUS que dá certo em todas as regiões do país. O XXXV Congresso Conasems também acolheu o Encontro Nacional do Projeto Aedes na Mira, de iniciativa do Conasems e desenvolvimento em conjunto com entidades parceiras, que tem como objetivo a implementação de estratégias de prevenção das arboviroses e do manejo do mosquito Aedes aegypt e suas consequências, com foco na capacitação de gestores e técnicos da Saúde.

O evento contou ainda com a tradicional "Feira Brasil aqui tem SUS", onde instituições e empresas, públicas e privadas, expuseram e divulgaram suas experiências, produtos, serviços, tecnologias e mecanismos de interação tanto com os organismos ligados ao SUS quanto com os cidadãos. Nesta edição do Congresso, a Feira contou com uma livraria para divulgar publicações temáticas e espaços destinados a divulgar e apoiar os projetos de iniciativa do Conasems, como: fortalecimento da Integração da Assistência Farmacêutica na Atenção Básica, Especialização em Direito Sanitário com foco na Judicialização, Aedes na Mira e Estratégia Apoiador Regional. 


sexta-feira, 26 de julho de 2019

CCZ promove ação educativa sobre pediculose e higiene pessoal para pais e responsáveis de crianças da Creche Dom Orione




Pais e responsáveis de crianças da Creche Comunitária Dom Orione, em São Francisco, receberam informações e orientações sobre higiene pessoal e pediculose em palestra educativa promovida pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).  O objetivo foi sensibilizar sobre a importância do cuidado com a saúde familiar.

A ação educativa em saúde ocorreu no dia 02 de julho e foi desenvolvida pelas agentes Adriana Heizer e Lílian Barcellos por meio de diálogo interativo com exibição de slide-show.  Em pauta, os seguintes tópicos: conceito de higiene, higiene pessoal e ambiental, lavagem das mãos e saúde, pediculose (tipos de piolhos, o piolho capilar, ciclo de vida, principais dificuldades causadas nas crianças e jovens, prevenção e tratamento).




Noventa e duas pessoas participaram ativamente do evento, demonstrando considerável interesse no assunto, interagindo com relatos e questionamentos.  “Conversamos sobre higiene pessoal focando a questão da pediculose no ambiente escolar. Os pais colocaram suas dúvidas, principalmente sobre prevenção e tratamento, e falaram a respeito de quais procedimentos costumam fazer para evitar piolhos em seus filhos. Ressaltamos a importância da catação diária e do não uso de produtos tóxicos e não recomendados por médicos no tratamento da pediculose. A atividade foi bem satisfatória, como em outras que já realizamos nessa creche cuja organização prima pela excelência”, considerou a palestrante Lílian Barcellos.






quarta-feira, 17 de julho de 2019

Arboviroses é tema de contação de história na UMEI Paulo César Pimentel



Tendo como objetivo estimular nos alunos a sensibilização sobre os perigos e cuidados com o mosquito Aedes aegypti – vetor responsável pela transmissão das arboviroses dengue, chikungunya, zika e febre amarela –, no dia 09 de julho a equipe do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) – realizou atividade  de contação de história Unidade Municipal de Educação Infantil Dr. Paulo César Pimentel, em Itaipu.

Desenvolvida pelos agentes Élcio Nascimento e Rita Costa, a ação educativa em saúde se propôs a despertar nas crianças a imaginação, as emoções, o interesse e as expectativas em relação ao assunto proposto (arboviroses) de maneira lúdica e divertida.  A metodologia de ensino também teve a intenção de motivar as crianças a se tornarem incentivadores dos hábitos de prevenção em suas casas. 








Educação em Saúde realiza contação de história sobre arboviroses no Colégio Gauss




Nos dias 02, 04 e 08 de julho, a equipe do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) – realizou atividade  de contação de história sobre o tema Arboviroses no Colégio Gauss, em Itaipu.

A ação educativa em saúde teve o objetivo de estimular nos alunos do 5º ano do ensino fundamental a sensibilização sobre os perigos e cuidados com o mosquito Aedes aegypti, vetor responsável pela transmissão das arboviroses dengue, chikungunya, zika e febre amarela, 

Desenvolvida pelos agentes Élcio Nascimento e Rita Costa, a contação de história se propôs a despertar nas crianças a imaginação, as emoções, o interesse e as expectativas em relação ao assunto proposto (arboviroses) de maneira lúdica e divertida.  A metodologia de ensino também teve a intenção de motivar as crianças a se tornarem incentivadores dos hábitos de prevenção em suas casas.