segunda-feira, 4 de junho de 2018

Vigilância Sanitária do Estado alerta para os cuidados na compra de alimentos


O consumidor deve estar atento ao ir ao mercado: saiba como identificar produtos inadequados para o consumo


Depois da greve dos caminhoneiros, o consumidor tem ficado apreensivo quanto à qualidade dos alimentos que encontra no mercado. Carnes, frios, laticínios, legumes e verduras são itens que requerem mais atenção na higiene e conservação, a fim de evitar a contaminação e possíveis danos à saúde. Observar o aspecto do produto e a forma como está sendo oferecido ao público está entre os primeiros cuidados.

- No mercado devemos observar a área de exposição dos produtos, se estão sem a presença de insetos, além de balanças, cestas e até carrinhos de compras. Todos estes locais devem estar higienizados e os funcionários devem se apresentar com uniformes limpos e proteção no cabelo. Visto isso, agora o consumidor pode se atentar durante a escolha do produto – comenta Eliane Cardozo, Superintendente de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado de Saúde.

Frutas, legumes e verduras devem ter um bom aspecto, os frios e laticínios, leite, queijos, manteigas e iogurtes devem estar estocados em balcões ou vitrines devidamente refrigeradas, conforme orientação descrita na embalagem, além de ter um carimbo de inspeção dos órgãos competentes. Alimentos fatiados, embalados e rotulados devem ter indicação de origem, peso, data de fracionamento e de validade.

Ao comprar carnes em geral, é preciso se atentar à textura, cor e odor do alimento.

- Se houver uma camada de gelo no fundo ou em volta da embalagem, por exemplo, indica que o alimento já foi descongelado e recongelado. Essa alteração de temperatura desequilibra a composição do alimento e ajuda na proliferação de bactérias. Alimentos mal conservados podem provocar desde um mal-estar, diarreia até infecção alimentar – explica Eliane.

Outras dicas que também podem ser colocadas em prática para garantir sua saúde:

• Não adquira alimentos com embalagens danificadas, estufadas, amassadas ou enferrujadas.
• Não deixe alimentos refrigerados em locais inadequados (cestas, carrinhos, prateleiras etc.) por um longo período de tempo.
• Produtos como massas e pães de queijo, por exemplo, podem apresentar crescimento de fungo, bem como ficarem esfarelados.
• O sorvete é um produto aerado. Se houver compactação da massa ou cristalizar ao fundo é sinal que houve descongelamento;

A Secretaria de Estado de Saúde alerta a população para também ficar atenta a essas características sensoriais, validade do produto e, caso encontre condições inadequadas, entre em contato com a Vigilância Sanitária do seu município. 


Vigilância Sanitária de Niterói - Rua São João, 190 - Centro.  Tel.: (21) 2717-8331


Fonte:  Conexão Saúde-RJ



Nenhum comentário:

Postar um comentário